REDESCOBRINDO CRISTO NO CAMINHO DE NOSSA ESPIRITUALIDADE (pr. pedro rocha)

8 fev

REDESCOBRINDO
CRISTO NO CAMINHO DE NOSSA ESPIRITUALIDADE

Em Lucas 24.28-31 lemos: “E chegaram à aldeia para onde iam, e ele fez
como quem ia para mais longe.E eles o constrangeram, dizendo: Fica
conosco, porque já é tarde, e já declinou o dia. E entrou para ficar com
eles.
E aconteceu que, estando com eles à mesa, tomando o pão, o
abençoou e partiu-o, e lho deu.Abriram-se-lhes então os olhos, e o
conheceram, e ele desapareceu-lhes”

Os discípulos estavam
caminhando pelo caminho de Emaús. O que este caminho significa para nós
hoje?

O caminho para Emaús significa nossa caminhada espiritual;
Os
discípulos representam, eu, você a igreja;
O dia, a tarde, a noite
que se aproxima representa a variedade de nossas experiências dentro de
nossa espiritualidade.

O CAMINHO DE EMAÚS PARA OS DISCÍPULOS

Os
discípulos de Jesus haviam experimentado de sua presença, participaram
da comunhão com os apóstolos, viram e ouviram coisas maravilhosas;
Caminharam
até a cruz e viram Cristo morrer e com ele morreram seus sonhos,
esperanças e projetos;
O sepulcro lacrado, lacrou suas expectativas
em relação ao Reino de Deus; para eles terminou a fase das promessas,
vitórias e bênção que viram e receberam;
Só lhes restavam agora pegar
o caminho de Emaús, que passou a significar:

Uma nova tentativa
de viver e encarar a vida. Era uma tentativa de recomeçar;
Um
afastamento do lugar da ressurreição;
Um distanciamento do lugar da
vida.

O CAMINHO DE EMAÚS PARA CRISTO

Para Cristo este
caminho era uma forma, um instrumento para que seus discípulos pudessem
redescobri-lo;
Como Cristo lidou com eles nesta caminhada?

Jesus
aproximou-se deles (v.15) – Não há caminho suficiente para nos afastar
da proximidade de Cristo. Ele sempre fica perto.
Jesus ia com eles
(v.15) – Não foi uma aproximação momentânea, um arrepio, uma sensação.
Ele passou a caminhar com eles.
Jesus lhes falava (v.25) – Não há
afastamento por maior que seja, nem coração endurecido, por mais duro
que seja, nem olhos fechados, por mais cerrado que estejam, que resista
seu falar. Quando ele fala os corações ardem!
Jesus lhes deu a
oportunidade de convidá-lo para entrar (v. 28) – Ele não toca trombeta
para dizer que está conosco e que devemos lhe convidar para entrar. Ele
usa na maioria das vezes o gesto simples do ‘como que ia para longe’.

A
REDESCOBERTA

A redescoberta se dá mediante a iniciativa de
Cristo. É ele que se aproxima, caminha conosco, nos fala e nos dá a
oportunidade de convidá-lo para entrar e manifestar a sua presença, com o
intuito da redescoberta;
A redescoberta nem sempre se dá em lugares
previsíveis (templo, culto, retiros, encontros), ele se dá na caminhada,
cada um a experimenta a sua maneira;
A redescoberta se dá quando:

Chegamos
no final do caminho de Emaús – aquele momento que achamos que não temos
mais para onde ir;
Quando nossos pés cansam e nossa alma anela pelo
repouso – momento da entrega;
Quando nosso dia se declina e nossa
noite se aproxima – tempo em que percebemos que não podemos mas nos
guiar pelo caminho, a menos que tenhamos a luz da vida.

Toda
redescoberta gera um retorno (eles voltaram pelo mesmo caminho mas com
uma nova mentalidade), a caminhada não muda, a mentalidade na caminhada é
que muda.
Toda redescoberta gera um desejo de anunciar o que vimos,
vemos e ouvimos. O serviço cristão é reativado na vida da igreja que
redescobre Cristo em sua caminhada.

(extraido do blog conversa teológica)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: