Arquivo | acrósticos RSS feed for this section

Priscila Anjo

10 set
Priscila, menina, pastora, mulher… anjo!
Rebelde, és como Lilith, não se deixa domar…
Indelével desejo crescente em ti… o saber,
Saber agir, saber viver, saber pensar… pensar!
Conceitos e preconceitos se esfacelam ante ti.
Linda menina, menina mulher.
Aurora do saber, brilho do luar, Priscila…
Aurora do luar… brilho do saber… anjo…
Negarás tua fonte a outrem? Não!
Jesus! Ele é tua fonte, tua aurora, teu saber…
Onde todos veem a Lei, teus olhos alcançaram nele, graça.
Anderson de Souza
Anúncios
13 abr

ROZANA BAT ZION


Rozana, Bat Zion, anja ou arcanja? Qual teu nome?
Ou talvez melhor, pra que nomes? És mulher… E anja!
Zion… Sião. Fortaleza! És mulher, és mãe, és filha…
Arcanja, sensualidade é teu nome, porém és muito mais!
Nunca abandona uma luta, jamais desiste de seus sonhos.
Anja forte, mulher frágil. Emocionalmente frágil. Mulher-anja!

Bat… Filha. És isto! Filha de Sião, do Altíssimo Deus, Bat Zion!
Anja_Arcanja, Rozana Bat Zion. Pra que estes nomes? és menina, coração de mulher!
Traduzir-te é impossível! Menina-anja, arcanja-mulher.

Zion… Sião. Fortaleza! És mulher, és mãe, és filha…
Impossível descrever tamanha sensualidade, apenas nos resta render.
Olhar-te, admirar-te, ter você. Nada mais. Ter você…
Nada mais importa. Qual teu nome? Teu nome é mulher. A mulher!

Anderson Luiz de Souza

Evangelho Puro e Simples

16 jan

Evangelho Puro e Simples

Alex Lira

Estou nu diante do Eterno.
Vencido pela convicção do meu não-ser,
Acolhido fui, pelo teu amor,
No qual descanso, como filho em casa.
Grato, prostro-me em adoração
Entendo, enfim, o que é ser amado.
Levanto-me ressurreto para a vida,
Hoje, a Salvação entrou na minha casa-coração.
Olho para as mesmices, como criança a descobrir o mundo.

Posso abaixar espada e escudo.
Um sentimento de Paz indelével.
Refaz-me e unge-me para a vida.
Ouço-a me chamando.

Espírito manso, mas resoluto.

Senhor dá-me que me pareça contigo,
Imagem e semelhança do teu Filho,
Mesmo em fraqueza confessa,
Possa provar do teu poder.
Livre dos auto-enganos e disfarces
Estou nu diante do Eterno.
Senhor, Tua Graça é melhor que a vida!

TOTALMENTE DEPENDENTE DE TI

19 dez

Todo poderoso és
Onipotente Deus
Totalmente depravado sou
Ajuda-me, cura-me, Oh Senhor,
Liberta-me das transgressões!
Meus pecados são tantos…
Estão a me atrofiar… Oh Senhor!
Não deixes-me perecer,
Tua Graça me basta
Espero só em Ti… Oh Meu Deus!

Desesperado estou, Oh Deus,
Esperando de Ti a consolação.
Prazer indelével invade min’alma…
E fortalecido, prossigo avante,
No caminho que conduz à Cruz.
Deus Meu… Rei Meu…
Eterno e Supremo Redentor
Não há outro além de Ti!
Totalmente a Teus Pés
Estou, prostrado, rendido…

Dependente de Ti…
Enquanto eu viver serei

Totalmente dependente de Ti,
Inabalável Rocha… Meu Jesus…

Anderson Luiz de Souza

O poeta e o poeta da vida

10 out
O poeta e o poeta da vida, dois poetas, duas almas.
Poesias ambos fazem, mas diferem dentro de si.
O poeta compõe poesias com sua alma, emoção.
Entrega-se as suas emoção, nuances de sua mente.
Traduz-nos com maestria seus sentimentos, seu coração.
Alma, sentimento, razão, rimas… Enfim, uma composição.
Enquanto o poeta da vida… Simplesmente vive…
O poeta da vida vive sua poesia… Isto é, sua vida é uma poesia!
Poemas e poesias vêm igualmente de sua alma, mas é sua vida!
Orações, pensamentos, enfim, ele em si já é uma poesia.
Entrega-se não a seus sonhos, mas compõe sua vida, a poesia,
Tudo em si, é poesia, mesmo que seja ruim esta vida, é sua poesia.
A transforma na mais bela das poesias, mesmo que seja um mendigo,
Da árvore faz poesia, de uma borboleta, poesia, de tudo, arranca
A melhor e mais bela poesia. Mesmo que a vida não seja bela,
Vida sofrida e amargurada, mas ele vive sua poesia, sempre livre.
Inda que sofrida, sua vida… um poema, vida poesia, a mais bela.
Da alma, do coração, da vida… Um eterno poema.
Assim vive o poeta da vida! Sua vida, sua mais bela poesia.
Anderson Luiz de Souza

Continue lendo